Clientes inadimplentes: como cobrá-los sem ter o risco de perdê-los?

Para você que possui clientes inadimplentes, mostraremos aqui, algumas técnicas eficazes para você realizar este procedimento sem parecer agressivo, e ainda, não perder seu cliente. Nessas horas ter um auxílio de um contador é imprescindível.

7 dicas para cobrar clientes inadimplentes que toda empresa deve utilizar!

Segundo uma pesquisa divulgada pela National Federation of Independent Business, cerca de 64% dos proprietários de empresas possuem clientes que não pagam suas contas em dia, ou seja, estão inadimplentes.

Se você não possui experiência nenhuma com cobrança, o correto a se fazer é seguir os passos abaixo e pedir ajuda de uma equipe de contadores, confira as dicas:

1º Prepare sua mente

Um cobrador com  a postura adequada deve ser amigável, profissional e permanecer firme até a última palavra. Clientes com débitos em aberto costumam inventar centenas de desculpas, por isso, você deve estar preparado(a).

Agora, para aqueles que não possuem o dom da negociação, recomendamos solicitar ajuda de uma empresa com experiência em cobrança.

2º Faça um acompanhamento

Não é correto deixar que clientes com pagamento em atraso, fiquem deslizando, você deve acompanhá-los para entender o que está acontecendo. Através de um bom software de contabilidade, é possível revisar todas as suas contas, isso deve ser feito pelo menos uma vez na semana.

Ao longo do mês, tenha prazos estipulados em torno de 15, 30, e 45 dias para averiguar se há contas em atraso que necessitam ser cobradas.

3º Envie avisos

Se você possui muitos clientes, a carta lembrete como também é conhecida, é uma maneira educada de lembrar o cliente que o mesmo possui um débito em aberto com sua empresa. Você poderá enviar esta carta também, alguns dias antes do vencimento.

Para facilitar o dia a dia de sua empresa, elabore uma carta padrão para cada situação, assim, basta editar e encaminhar para o e-mail do cliente ou via whatsapp. Peça para o cliente entrar em contato com a sua empresa, para negociar uma nova data de pagamento se o prazo já se esgotou.

4º Após as tentativas acima, ligue para o cliente

Aguarde 30 dias para conseguir realizar sua primeira ligação, as chamadas telefônicas são menos ignoradas pelos clientes do que as cartas. Se você ligar educadamente para seu cliente, é certo que ele falará o que está impedindo de realizar o pagamento na data proposta.

5º Evite ameaças

Em uma conversa natural, você deve investigar o motivo de o cliente não ter pago o boleto. Se você quer receber seu dinheiro integralmente, é uma boa prática oferecer um plano de parcelamento.

Neste caso, vale a pena acrescentar ao contrato juros e multas em situações de atraso, avise sempre ao cliente como ocorrerá o processo. Em casos muito extremos onde a dificuldade é enorme, o cliente deve negociar para que seja possível pagar apenas o valor original.

6º Utilize medidas legais

Uma ação judicial somente deverá ser tomada quando todas as tentativas acima já foram tomadas e o cliente não realizou o pagamento, mesmo oferecendo desconto, parcelamento de nada adiantou. Neste caso, é necessário solicitar ajuda de um advogado especialista em cobrança para enviar a carta por escrito onde informa sobre a ação judicial.

7º Contrate os serviços de um advogado

Se você não dispõe de tempo suficiente para realizar as demais etapas mencionadas, é fundamental contar com auxílio de um advogado para realizar os trâmites legais. Para aqueles que não sabem como proceder em processos judiciais, um contador poderá tornar menos cansativo e burocrático este procedimento.

A Contador de Sucesso, por exemplo, é uma excelente opção para facilitar o dia a dia de sua empresa, temos uma plataforma 100% online onde oferecemos diversos serviços como abertura de empresa, SIMPLES NACIONAL, Pró Labore de Sócios, e demais procedimentos que uma empresa atual necessita.

Quais os perfis de inadimplentes?

Para montar uma estratégia certeira, você tem que conhecer os perfis dos devedores, e sempre contar com  a ajuda de um contador para a sua estratégia dar certo, veja a seguir, alguns tipos de devedores mais comuns:

Devedor viciado

É um dos mais fáceis de cobrar, e raramente apresenta problemas financeiros, o maior motivo da falta de pagamentos é a desordem. Este tipo de cliente tem o costume de solicitar renegociação e poderá pagar suas dívidas depois que receber uma ligação.

Segundo o  Perfil do Inadimplente e Dívidas do Brasil, cerca de 9,6% da população tem como principal fator de inadimplência a perda de controle financeiro e falta de planejamento em seu orçamento.

Devedor ocasional

Este devedor está sempre com suas contas em dia, no entanto, por algum motivo específico não pôde realizar o pagamento do boleto. Para cobrar este cliente é necessário um certo cuidado, afinal, ele não tem costume de atrasar as contas com frequência e se ofende quando recebe uma ligação de cobrança em sua casa.

Devedor negligente 

É o mais popular que existe, e nunca está com sua vida financeira em dia, sempre está em confusão, é desorganizado, o cobrador neste caso, deverá ser mais incisivo, para lembrar ao cliente que ambos têm um compromisso que deve ser mantido.