Abrir uma empresa ou ser autônomo?

“SERÁ QUE VALE A PENA SER AUTÔNOMO?”

CUSTO FISCAIS COMPARATIVOS

A crescente terceirização de serviços tem levado muitos profissionais a perderem a condição de assalariados e prestar serviços às empresas sem vínculo empregatício.

Quando isso ocorre fica a dúvida: o que custa menos, trabalhar como autônomo ou se juntar a outro profissional e prestar os serviços através de uma empresa de trabalho pessoal?

A questão é pertinente pois há uma grande diferença de custos.

Vamos tomar como exemplo dois psicólogos, Ana e Roberto, que prestam serviços a uma empresa. Ana ganha R$6.000,00 e Roberto R$5.000,00 por mês.

Custos na condição de autônomos:

Roberto : Impostos e taxas mensais (valores em reais)

ISS?1/12
14,80
TLIF 1/12
4,23
IRPF
1.015,00
INSS (mínimo)
18,12
Custo total do autônomo
1.052,15
Custo da empresa contratante com INSS
1.000,00
Custo total
2.052,15

Ana: Impostos e taxas mensais (valores em reais)

Mesmos impostos e taxas
1.327,15
Custo da empresa contratante com INSS
1.200,00
Custo total
2.527,15

Suponhamos agora que Ana e Roberto abram uma sociedade (empresa), qual será o custo?

Empresa: Sócios Ana e Roberto

Faturamento correspondente ao trabalho dos dois sócios: R$11.000,00

Impostos e Taxas
Valor em R$
IRPJ
528,00
CSL
118,80
PIS
71,50
COFINS
330,00
ISS 1/12
29,60
TLIF
8,46
INSS (mínimo)
96,64
Total
1.183,00

Custo proporcional:

Ana
645,20
Roberto
537,80

Não há custo adicional de INSS para a empresa contratante.

Assim, não resta dúvida que do ponto de vista dos contratados e da contratante é mais vantajoso prestar o serviço como empresa. Pois, o custo anual como empresa é de R$13.317,60 e na condição de autônomos é de R$54.951,60, ou seja, 412% de diferença.

Observações finais, para os cálculos se considerou o ISS/TLIF da cidade de São Paulo. Esses tributos variam de município para município. Os cálculos de Impostos e Contribuições federais pressupõem a opção pelo Lucro Presumido. Finalmente cabe lembrar que a empresa terá um custo adicional de uma anuidade do Conselho Regional de Psicologia e a contratação dos serviços de um contador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.