5 Passos Para Reter Mais Clientes!

No universo competitivo do empreendedorismo, a palavra “crise” causa calafrios nos gestores que não estão tão preparados para enfrentarem períodos de turbulência econômica. Porém, já nos empreendedores cientes de que a economia pode sempre atravessar momentos de incertezas, o termo “crise” não significa desespero, mas sim, oportunidade para a busca de novas alternativas e saídas.

Porém, apesar de todas as possibilidades para driblar as dificuldades, a fidelização dos clientes em tempos conturbados para a economia, em que o consumo tende a decair progressivamente, ainda compreende um fator primordial para a superação das dificuldades no empreendedorismo.

Ainda que os tempos de crise sejam dificultosos para o administrador ter a sua base sólida e conseguir manter seus clientes, é possível contornar tais transtornos e garantir a fidelidade deles. Para isso, existem algumas soluções e alternativas bastante viáveis.

Maneiras para fidelizar os clientes

No ramo do empreendedorismo, os clientes são toda a base que move uma administração. Sem a presença dos clientes, o negócio tende a cair por terra. Além disso, muito mais importante do que se preocupar com a queda das vendas é pensar em como o consumidor se comporta diante de um período de aperto.
Diante disso, citamos aqui 5 dicas simples que funcionam para que a sua empresa não perca o foco no que há de principal: os seus clientes.

1) Refletir a respeito sobre como os clientes compram ou contratam serviços diante períodos econômicos conturbados

Por meio dessa análise, é possível aferir algumas considerações acerca dos hábitos de consumo dos seus clientes. A partir de então, de posse desses dados, é possível estabelecer estratégias sobre como atingir o cliente.

2) Observar de forma atenta o comportamento dos concorrentes

No empreendedorismo, que é um universo de muita competição, a atuação dos concorrentes também conta muito, pois o que está em jogo é o interesse e a atenção dos clientes. Vale, nesse caso, compreender como os concorrentes atuam para superar as dificuldades de consumo. É óbvio que as suas estratégias não necessitam ser as mesmas dos seus concorrentes, mas é importante ter uma noção acerca do que está a ocorrer no mercado onde você atua.

3) Oportunidade para aprimoramento

Em tempos de crise, vale também investir ainda mais na qualidade do seu produto ou serviço. Diante dessa melhoria de qualidade, será possível demonstrar o quanto o seu trabalho prioriza a qualidade, bem como reforça a ideia de que o seu produto é essencial para ele.

4) Adotar limites nos preços e nas promoções

É inevitável que, em tempos de crise, os clientes sintam maior dificuldade em colocar a mão na carteira. Nesse aspecto, os preços mais baixos e as promoções compreendem uma alternativa. Contudo, é necessário ter um certo cuidado, pois tal estratégia deve ser muito bem estudada. É importante que o cliente veja a sua empresa não como mais uma forma de cortar gastos, mas sim, como uma solução.

5) Estabeleça um elo de comunicação com os clientes

Estar sempre ao alcance com o seu público-alvo em períodos complicados da economia é muito importante. Para isso, vale investir em canais de comunicação e divulgação, tais como redes sociais, sites e publicidade. Lembre-se: Você precisa ser visto pelos clientes.